Bebê pode sentar no bumbo?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Oie!! Um bebê que ainda não senta, deve ser colocado em um assento tipo o bumbo?

Tenho uma ligeira impressão de que ali sentado, o bebê é apoiado pela seu quadril, não vejo que é ergonômico.

O produto diz oferecer a oportunidade de praticar suas habilidades e trabalhar em seus músculos do tronco, em preparação para sentar e recomendam a usar em bebês de 3 até 10 meses de idade.

Eu acho que 3 meses é muito cedo para a maioria dos bebês adquirir esta postura, sendo que, um bebê é capaz de se sentar sozinho normalmente entre 5 a 8 meses, e não há realmente nenhum benefício antecipar este marco.

Este assento tem funcionado muito bem em crianças da mesma idade com atrasos no desenvolvimento e que precisam ser apoiados, interagindo com todos ao redor. Muito importante para o desenvolvimento social.

Para as crianças com diagnóstico de paralisia cerebral ou outro diagnóstico semelhante que tendem a ter musculatura rígida, o assento Bumbo pode manter seus quadris dobrados e ajuda a “quebrar” o tônus extensor, permitindo para que estes se sentem e até brinquem.

Para outras crianças com diagnósticos tais como a síndrome de Down, que tendem a ter tônus baixo, que os dificultam a se manterem contra a gravidade, o assento os ajudam a apoiar bem o tronco.

Na minha opinião, este assento pode ser muito eficaz quando usado com a criança certa no momento certo, permitindo a boa prática do tronco superior e controle da cabeça – assim como o uso funcional do braço e obtendo interações sociais.

Na verdade, vejo os bebês sentados em um buraco, flexionados com a coluna arredondada. Em média aos 6 meses, a maioria dos bebês estão começando a aprender a se movimentar por rastejamento e não vão querer estar “presos” nesta cadeira e nem devem.

Depois que o bebê é capaz de se sentar de forma independente sobre sua pélvis e mantém a sua coluna vertebral na posição vertical, ela não precisaria do assento de forma alguma.

Certamente, um bebê que é está na fase de se sentar não deve usar este assento também pois parte do aprendizado de se sentar é através da tentativa e esforço para ir e voltar, mudando de posição, caindo e se corrigindo, e nenhuma dessas coisas podem ocorrer usando este assento.

Eu diria que este produto é mais adequado para um desenvolvimento para bebês entre 5 a 6 meses de idade, e de forma realista, e me parece que vão usar este assento por mais de 1 a 2 meses, no máximo. Agora, para famílias com crianças especiais, o assento pode ser utilizado por mais tempo.

Claro que você deve sempre conversar com seu médico, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional sobre situação especial em que seu filho se encontra.

Lembre-se em

usar com moderação.

Até a próxima,

Criem e Brinquem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *